Joma Sipe

Etoiles (Estrelas l Stars) 2011

 Do livro “Vestida Com o Sol” de Anna Kingsford, Primeira Parte: Iluminações – Capitulo XXI – Sobre o “Homem de Poder”


From the Book “Clothed With The Sun” by Anna Kingsford, Part The First: Illuminations - Chapter XXI – Concerning the “Man of Power”

Anna Bonus Kingsford foi uma médica, escritora e mística britânica, filha de John Bonus, nascida em Maryland Point em 16 de setembro de 1846 e uma das primeiras mulheres inglesas, depois de Elizabeth Garrett Anderson, a obter um diploma de Medicina. Lutou contra a sociedade machista da época, contra vivissecção de animais durante as experiências científicas e nas salas de aula, lutou a favor do vegetarianismo e, sobretudo, lutou por uma nova interpretação das escrituras sagradas cristãs, que denominou de Novo Evangelho da Interpretação. As obras mais importantes são: The Perfect Way, or, the Finding of Christ (O Caminho Perfeito, ou, a Descoberta de Cristo); Clothed with the Sun (Vestida com o Sol) e The Credo of Christendom (O Credo do Cristianismo). Todas essas obras, entre várias outras, se encontram on-line no site dedicado às suas obras, e de Edward Maitland, que foi seu grande colaborador e biógrafo. Kingsford presidiu por um breve período a Sociedade Teosófica na Inglaterra, tendo sido, ao lado de Helena Blavatsky e outros, uma das promotoras dessa organização. Morreu em 22 de Fevereiro de 1888.

Anna Kingsford, née Bonus (16 September 1846 – 22 February 1888), was an English anti-vivisection, vegetarian and women's rights campaigner. She was of the first English women to obtain a degree in medicine, after Elizabeth Garrett Anderson, and the only medical student at the time to graduate without having experimented on a single animal. She pursued her degree in Paris, graduating in 1880 after six years of study, so that she could continue her animal advocacy from a position of authority. Her final thesis, L'Alimentation Végétale de l'Homme, was on the benefits of vegetarianism, published in English as The Perfect Way in Diet (1881).[2] She founded the Food Reform Society that year, travelling within the UK to talk about vegetarianism, and to Paris, Geneva, and Lausanne to speak out against animal experimentation. Kingsford was interested in Buddhism and Gnosticism, and became active in the theosophical movement in England, becoming president of the Theosophical Society in 1883. She said she received insights in trance-like states and in her sleep; these were collected from her manuscripts and pamphlets by her life-long collaborator Edward Maitland, and published posthumously in the book, Clothed with the Sun (1889).[3] Subject to ill-health all her life, she died of lung disease at the age of 41, brought on by a bout of pneumonia after she was soaked during a rainstorm on her way to the Pasteur Institute in Paris. Her writing was virtually unknown for over 100 years after Maitland published her biography, The Life of Anna Kingsford (1896), though Helen Rappaport wrote in 2001 that her life and work are once again being studied.

TEXTOS l TEXTS:

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 1

TENHO dito que tudo é quádruplo, e assim como é o planeta também é o homem. O homem perfeito possui um corpo externo quádruplo: gasoso, mineral, vegetal e animal. Um corpo sideral quádruplo: magnético, ódico, simpático e elemental. Uma alma quádrupla, sendo: elemental, instintiva, vital e racional – possuindo elementos de todos os níveis por que ele passou. E um Espírito trino, a saber: de desejo, volitivo e obediente – porque não há nada de externo no Espírito. Não há nada no Universo a não ser o Homem; e o Homem perfeito é “Cristo Jesus”.

I HAVE said that everything is fourfold, and as is the planet, so also is the man. The perfect man has a fourfold outer body, – gaseous, mineral, vegetable, and animal: a fourfold sideral body, – magnetic, odic, sympathetic, elemental: a fourfold soul, – partaking of the soulic elements of all the grades through which he has passed, being elemental, instinctive, vital, rational: and a triune Spirit, – because there is no external to Spirit, – desirous, willing, obedient. There is nothing in the universe save Man; and the Perfect Man is “Christ Jesus.”

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 2

“Mercúrio” fecundado pelo “enxofre” torna-se o mestre e regenerador do “sal”. É o azoto, (**) ou magnésia universal (dos Alquimistas), o grande agente mágico, a luz da luz, fecundada pela força que anima [vivificante], ou energia intelectual, que é o enxofre. Quanto ao sal, é matéria simples. Tudo o que é matéria contém sal; e todo sal pode ser convertido em ouro puro pela ação combinada do enxofre e do mercúrio. Esses algumas vezes agem tão rapidamente que a transmutação pode ser feita em uma hora, ou em um instante, quase sem esforço ou custo. Outras vezes, devido a condições contrárias do meio atmosférico, a operação pode necessitar de dias, meses ou anos. O sal é fixo; o mercúrio é volátil. A fixação do volátil é a síntese; a volatilização do fixo é a análise. Aplicando-se ao fixo o mercúrio sulfuroso – ou fluido astral tornado poderoso pela secreta operação da alma – o domínio sobre a natureza é obtido. Os dois termos do processo são materialização e transmutação. Esses dois termos são aqueles do “Grande Trabalho” – a libertação do espírito [dos liames] da matéria.

“Mercury” fecundated by “sulphur” becomes the master and regenerator of “salt.” It is azoth, or the universal magnesia (of the Alchemists), the great magical agent, the light of light fecundated by animating force, or intellectual energy, which is the sulphur. As to salt, it is simple matter. Everything which is matter contains salt; and all salt may be converted into pure gold by the combined action of sulphur and mercury. These sometimes act so rapidly that the transmutation may be made in an hour, an instant, almost without labour and without cost. At other times, owing to the contrary dispositions of the atmospheric medium, the operation may necessitate days, months, or years. Salt is fixed; mercury is volatile. The fixation of the volatile is the synthesis; the volatilisation of the fixed is the analysis. On applying to the fixed the sulphuretted mercury, or the astral fluid rendered powerful by the secret operation of the soul, the mastery over nature is obtained. The two terms of the process are materialisation and transmutation. These two terms are those of the “Great Work,” – the redemption of spirit from matter.

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 3

Milagres são efeitos naturais de causas excepcionais. O homem que chegou a nada desejar e nada temer é mestre de todas as coisas.

Miracles are natural effects of exceptional causes. The man who has arrived at wishing for nothing and fearing nothing, is master of all.

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 4

O Iniciado do grau mais elevado, aquele que tem o poder de comandar os espíritos elementais, e por meio disso acalmar a tempestade e aquietar as ondas, pode, através do mesmo recurso, curar os distúrbios e regenerar as funções do corpo. E isso ele faz pelo exercício de sua vontade, que coloca em movimento o fluido magnético.

The Initiate of the highest grade – one who has power to command the elemental spirits, and thereby to hush the storm and still the waves – can, through the same agency, heal the disorders and regenerate the functions of the body. And this he does by an exercise of his will which sets in motion the magnetic fluid.

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 5

Tal pessoa, um Adepto ou Hierarca da ciência magnética, é, necessariamente, uma pessoa de muitas encarnações. E é, principalmente, no Oriente que eles podem ser encontrados, pois é lá que as almas mais antigas costumam se congregar. Foi no Oriente que a ciência humana primeiro surgiu; e o solo e o fluido astral de lá estão carregados de poder, como uma enorme bateria com muitas células [voltaicas]. Assim, o Hierarca do Oriente tanto é ele mesmo uma alma antiga, como tem o apoio magnético de uma corrente de almas antigas, e a terra sob seus pés e o meio ao seu redor estão carregados com força elétrica em um grau que não pode ser encontrado em outros lugares.

Such a person, an Adept or Hierarch of magnetic science, is, necessarily, a person of many incarnations. And it is principally in the East that these are to be found. For it is there that the oldest souls are wont to congregate. It is in the East that human science first arose; and the soil and astral fluid there are charged with power as a vast battery of many piles. So that the Hierarch of the Orient both is himself an older soul and has the magnetic support of a chain of older souls, and the earth beneath his feet and the medium around him are charged with electric force in a degree not to be found elsewhere.

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 6

Agora, o corpo ódico ou sideral é o verdadeiro corpo do homem. O corpo fenomenal é secundário. O corpo ódico não tem necessariamente a mesma forma ou aparência do corpo externo, mas ele é da natureza da alma. A criação do homem à imagem de Deus “antes da transgressão” é o retrato do homem tendo poder, isto é, tendo um corpo ódico no qual os elementos não estavam fixos – um corpo tal como aquele do “Cristo ressuscitado”. O que eu disse sobre a volatilização do sal ajudará a compreender isso. Mas, quando o “pecado da idolatria” foi cometido, então o homem deixou de ter poder sobre seu próprio corpo, que dessa forma tornou-se uma “estátua de sal”, fixo e material [Gênesis 19: 24-26]. Ele estava “nu”.

Now, the odic or sideral body is the real body of the man. The phenomenal body is secondary. The odic body is not necessarily of the same shape or appearance as the outward body, but it is of the nature of the soul. The creation of man in the image of God “before the transgression,” is the picture of the man having power; that is, having an odic body in which the elements were not fixed, – a body such as that of the “risen Christ.” What I have said concerning the volatilisation of salt, will help to the understanding of this. But when the “sin of idolatry” had been committed, then man ceased to have power over his own body, and thus became a “pillar of salt,” fixed and material. He was “naked.”

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 7

O homem, assim referido, obteve poder sobre seu corpo pela evolução desde o ser rudimentar e, finalmente, tornando-se polarizado, recebeu a Chama Divina da Deidade e, por meio disso, o poder sobre o “sal”. Mas, por causa do pervertido desejo voltado ao exterior ele despolarizou e, dessa maneira, fixou o volátil. Então ele percebeu que estava “nu” e, assim, perdeu o “Paraíso”.

The man thus referred to attained power over his body by evolution from rudimentary being; and at last, becoming polarised, received the Divine Flame of Deity, and thereby the power over “salt.” But by reason of perverse will to the outer, he depolarised, and thereby fixed the volatile. Then he knew that he was “naked,” and so lost “Paradise.”

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 8

O Paraíso pode ser reconquistado? Sim, por meio da Cruz e Ressurreição de “Cristo”. Pois, tal como em Adão todos morrem, assim também em “Cristo” todos tornarão a viver. E na medida em que o mundano morre, o celestial vive. O corpo pode ser transmutado em seu molde original, o corpo magnético. Esse é o trabalho do Adepto. O corpo magnético pode ser abandonado ao fluido ódico, e a alma livra-se desse corpo. Esse é o trabalho da evolução post mortem. Mas, transmutar em espírito o corpo fenomenal, o corpo magnético e a alma – esse é trabalho de “Cristo”. “Tenho poder”, disse Jesus, “sobre meu corpo, para entregá-lo e para retomá-lo.” [João 10:17-18].

Can Paradise be regained? Yes, through the Cross and Resurrection of “Christ.” For, as in “Adam” all die, so in “Christ” shall all be made alive. And forasmuch as the earthly dies, the celestial lives. The body can be transmuted into its prototype, the magnetic body. This is the work of the adept. The magnetic body can be abandoned to the odic fluid, and the soul set free. This is the work of post mortem evolution. But to transmute phenomenal body, magnetic body, and soul alike into spirit, – this is the work of “Christ.” “I have power,” said Jesus, “over my body, to lay it down and to take it up again.”

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 9

Você me perguntou: “Se o corpo ódico ou sideral é o criador do corpo físico, como pode esse diferir daquele no que diz respeito à forma? Como pode um homem ser exteriormente humano e, na realidade, ser um lobo, uma lebre ou um cão?”

You have said to me, “If the odic or sideral body be the maker of the physical body, how can this differ in form from it? How can a man be outwardly human, and really a wolf, a hare, or a dog?”

ÉTOILE (ESTRELA l STAR) 10
Quando você se tornar um Adepto saberá que tal fato não implica qualquer contradição. As transições do corpo sideral não são súbitas. Ele vai se tornando gradualmente, e não experimenta mudanças cataclísmicas. Ele já é parcialmente humano antes que deixe de usar a forma de um homem rudimentar – isto é, de um animal. Você viu isso em visões, quando observou a forma humana em criaturas sob tortura no laboratório. E ele [o corpo sideral] é ainda parcialmente rudimentar quando toma a forma humana. A indulgência em suas mais baixas inclinações, pode fortalecê-lo em sua antiga semelhança, e acentuar suas propensões anteriores. Por outro lado, a aspiração ao divino acelerará a mudança, e fará com que perca completamente todos os seus atributos inferiores. Aquilo que nasce da carne é feito à imagem da carne; mas aquele que vem do alto, é do alto. O ventre só pode gerar o que é de sua própria espécie, à semelhança de seus progenitores; e assim que o humano é alcançado, mesmo no grau mais baixo, a alma tem o poder de vestir o corpo da condição humana. Portanto, o corpo ódico sempre possui algum atributo de humanidade. Porém, pode perdê-lo por meio do pecado; e, nesse caso, ele retorna, numa nova encarnação, à forma de animal. Desses retornos à forma inferior, alguns são puramente penitenciais, mas a maioria é compensatória. O Adepto pode ver o humano no animal, e pode dizer se a alma dentro dele é uma alma em ascensão ou descenso. Ele também pode ver a alma em um homem; e para ele todos os homens não possuem a mesma forma ou aparência. Se seus olhos estivessem abertos, você ficaria chocada com o número de animais que se encontram pelas ruas, e com a escassez de homens. A parábola da Cidade Encantada, nas fábulas orientais, descreve esse mistério.

When you become an adept you will know that such fact involves no contradiction. The transitions of the sideral body are not sudden. It becomes gradually, and does not undergo changes by cataclysm. It is already partly human before it has ceased to wear the form of a rudimentary man, – that is, of an animal. You have seen this in visions when you beheld the human shape in creatures under torture in the laboratory. And it is still partly rudimentary when it puts on the human. Indulgence in its lower propensities may strengthen it in its old likeness, and accentuate its former propensities. On the other hand, aspiration towards the divine will accelerate the change, and cause it to lose altogether its lower attributes. That which is born of flesh is in the image of the flesh; but that which cometh from the beyond is of the beyond. The womb can bring forth only its own kind, in the semblance of the generators; and as soon as the human is attained, even in the least degree, the soul has power to put on the body of humanity. Hence the odic body always possesses some attribute of humanity. But it may lose this by sin; and in such case it returns, by a fresh incarnation, to the form of the beast. Of such returns to the lower form, some are purely penitential; but most are retributory. The adept can see the human in the beast, and can tell whether the soul therein is an ascending or a descending soul. He can also see the soul in a man; and all men are not to him of the same shape or appearance. If your eyes were opened, you would be astonished at the number of animals you meet in the streets, and the scarcity of men. The parable of the Enchanted City, in the eastern fables, is descriptive of this mystery.

Show More

© 2019 by Joma Sipe

Todos os Direitos Reservados / Proíbida a Cópia e Duplicação sem prévia Autorização do Autor

All Rights Reserved / Copy and Duplication Forbidden without Author´s Authorization

  • Joma Sipe Facebook
  • Joma Sipe Instagram
  • Joma Sipe Twitter
  • Joma Sipe YouTube